segunda-feira, 8 de dezembro de 2014

Sem pachorra


Ando sem paciência para nada, já me encheram o saco mais do que o que deviam.
Sei que errada não estou e não fiz nada sem ter motivos. Se me queimei? É claro que sim, mas por vezes é preciso sacrifícios para se atingir um bem maior. A Verdade.

E a verdade já a sei, é-me negada mas eu simplesmente sei. E isso já me faz descansar a alma e a mente, porque sim ando sem paciência. Sem paciência para dramas de pessoas que tentam tapar buracos com a terra de outro buraco ainda mais fundo cavado por elas mesmas. Não tenho tempo para gente pequenina. Não quero saber de mais nada, já sei o suficiente.

Quanto a opiniões? Não passam disso mesmo. Nesta situação nem tudo o que parece é. Mas o que é, é. Nada vai o mudar. Por isso mantenho-me calada sem ter culpa que não percebam, que nem sempre quem cala consente.

A maioria das vezes uma postura serena consegue demonstrar mais rapidamente de que lado está a razão.  E para quem não ia dizer nada, já estou a dizer demais. Quiçá mais tarde retorne ao assunto, por agora quero viver em paz e ponto final.

4 comentários:

  1. r: Eu concordo!
    Acho isso super importante :)
    Temos apoio e faz-nos crescer!

    ResponderExcluir
  2. Às vezes o melhor é mesmo ficar-se calado!!

    ResponderExcluir
  3. Respostas
    1. Já está tudo bem :) As coisas, situações e pessoas só têm a importância que lhes damos né? E neste caso não merecem importância nenhuma :)

      Excluir

Obrigada.