sexta-feira, 22 de agosto de 2014

.........


Ela é a rapariga que acredita que tudo o que se dá se recebe de volta.
Aquela que espera por um dia melhor. Aquela que não desiste de ninguém.
Ela é aquela rapariga que é diferente do resto. 
Aquela que passa os dias a sorrir e as noites a chorar.
Ela é a rapariga que iria amar ser amada.
Aquela que parece ser tão forte, mas que se sente tão fraca.
Ela é a rapariga que se levanta sozinha cada vez que cai.

11 comentários:

  1. eu poderia ser "ela". não, definitivamente, eu sou essa rapariga! adorei o texto!

    ResponderExcluir
  2. :) segui o blogue :D está perfeito. criei um novo.. passa lá se quiseres danielafilipasousa.blogspot.com

    ResponderExcluir
  3. Obrigada eu!
    Sim, eu compreendo isso... Mas somos nós, que podemos fazer?

    ResponderExcluir
  4. Temos de ser nós a fazer isso por nós próprias :)

    ResponderExcluir
  5. Essa rapariga um dia será completamente feliz. O que é mau não dura para sempre.

    ResponderExcluir
  6. Revejo-me um pouco nessa descrição! Se precisares de falar estou aqui... :)

    E o melhor é quando acabamos de publicar um post sobre essa página para as respostas e uma pessoa em vez de ir responder na tal página, continua a responder nesse post, sem fazer referência ao que acabei de escrever (que nem deve ter lido)! Há pessoas estranhas neste mundo.. ou então são só pessoas que não se dão ao trabalho de ler o que os outros escrevem.

    ResponderExcluir
  7. Nomeei-te para um prémio, não sei se chegaste a ver... já foi há uns dias! http://inspiremewithmoments.blogspot.pt/2014/08/nomeacao-liebster-award.html

    ResponderExcluir
  8. Esta rapariga um dia vai ser feliz e não terá de se levantar sozinha quando cair.

    ResponderExcluir
  9. Isto é tão, mas tão eu, nao tens noção!

    ResponderExcluir

Obrigada.